quarta-feira, 31 de março de 2010

31 de Março


Tinha que ser. A "Revolução" que aconteceu em 1964 estava condenada a oferecer o que, se o primeiro amanhecer da sua existência caiu num 1.º de Abril?

2 comentários:

Pedro Paulo Gomes Costa disse...

Célio,

Acompanho o seu blog diariamente, e sinceramente, fiquei preocupado com esta sua decisão, um formador de opinião nato, e de uma lucidez que impressiona. Não, não concordo - apesar da minha opinião pouco acrescentar - que você venha a abandonar este espaço. Como voce mesmo disse, existe sim uma carência de interlocutores, principalmente quando o que se tem para ser dito não encontra leitores á altura do discernimento que voce apregoa. Política sempre foi e sempre será um tema complexo de se lidar. Em nossa Monlevade, onde a frivolidade das bravatas reina há anos ,não pode ficar sem suas abordagens pontuais. Pense, repense e avalie, tens muito a acrescentar a este povo, que anseia por cabeças pensantes e que suscitam racíocinios esclarecidos e transparentes.

Célio Lima disse...

Opa, peço desculpas se não me expressei tão claramente quanto gostaria de ter acontecido. Vou evitar apenas e justamente a opinião "bringativa" (neologismo em que procuro juntar os conceitos briga e vingança), por considerar que já há gente demais andando por esta seara. Não era meu intuito provocar algum tipo de manifestação de apoio, embora agradeça de coração o seu comentário. O compromisso que manterá a chama acesa é o da pesquisa e da análise, porque acho que é um bom caminho para alguém dar o exemplo, percorrendo. Quem sabe algum dia os "bringativos" não sejam a minoria em nosso município?

Um abraço!