sexta-feira, 16 de setembro de 2011

E a Câmara, não sabia de novo?

Olha, quem quiser acreditar nessa lorota sinta-se livre. Os vereadores de oposição é claro que não saberiam mesmo. Seria munição demais para dar ao adversário. Quanto aos demais, que eu venho dizendo há tempos abdicaram de ser um dos Poderes Constituídos do Município, eu não acredito. Não mais. 

Porque não é possível que continuem votando, amarrados pela coleira, a um Executivo que faz isso com a população que o escolheu, na esperança de vê-lo governando com sensatez e compromisso com a justiça social.

Bananas não traduzem mais nada. Virou escárnio puro, desprezo pelo povo e insulto à pouca inteligência dos demais habitantes de João Monlevade. No mês passado, a Câmara autorizou alegremente uma transferência de 700 mil reais do DAE para a Prefeitura porque "o DAE estava com as contas equilibradas" e "Esgoto é função do DAE" e "Tudo foi muito bem explicado, votamos com a consciência tranquila"...

E agora, Josés? Ninguém aí sabia de nada, não? 

Pois é, diminuam o seu número e falem mesmo em muita qualidade. Atrelados deste jeito a um Executivo que não sabe sequer a hora de pedir para beber água e ir embora, podem acabar todos indo para o mesmo destino em breve: o esquecimento da História. 

É doloroso, mas tenho que admitir: está faltando Homem em João Monlevade. Deus que nos proteja desta maldição e desta vergonha.

Um comentário:

Celso4Fury disse...

Dessa vez eu não me aguento! Oposição? Que oposição? Monlevade tem oposição?