terça-feira, 26 de abril de 2011

Um tempo diferente

A tentação é escrever o título "Um tempo novo", mas estamos descobrindo a duras penas que o novo pode ser ruim. Como em qualquer segmento coletivo ou individual, diga-se a bem da realidade. Então, vai como diferente mesmo.

Diferente porque chega-se a um momento da vida em que todos devem tomar as rédeas do seu próprio destino. Nossos erros são ensinamentos para nós mesmos, sendo dificilmente válidos para que outros seres humanos os utilizem como aprendizado.

Parece que a humanidade se especializou em ter que queimar a pele até a endoderme, não bastando que outros mais experientes mostrem os efeitos devastadores de suas próprias queimaduras. Paciência. Decidi aprender através das queimaduras alheias, daqui em diante. Correr os riscos do que seja diferente, porque para tostar a pele com exemplos próximos de mim mostrando os resultados eu acabei de me cansar.

O igual já não me atrai mais. O pior eu nunca quis e nunca busquei conscientemente. Assim, vamos tentar outros caminhos...

Nenhum comentário: