terça-feira, 31 de março de 2009

Seguidores? Deus nos Livre!!!

Finalmente vi como editar o título "Seguidores" que o site trazia ao lado. Não foi por completo, mas minha parte eu fiz. Acredito que quem deva ter seguidores não é o emissor de opiniões, é o emissor de verdades. E eu não as possuo em exclusividade. Acho que ninguém, neste mundo, possui uma verdade universal.

Amigos virtuais soa bem melhor. O "virtuais" deixa claro que não são as amizades construídas com barro e sangue (das brincadeiras de criança que terminavam em algum joelho ralado ou coisa assim), nem com riso e pequenas brigas, nem com lágrimas e novos convites de reaproximação para vida.

São virtuais, e por isso precisam ser bem medidos. Mas são amigos e leitores, e eu os acompanho na leitura recíproca, no respeito recíproco, na construção conjunta de algo que só conheceremos quando estiver pronto. Se ficar pronto...

E vamos, como diz o grande J, subindo esta ladeira.

Um abraço!

2 comentários:

Manthis disse...

O nome realmente não é muito adequado, afinal seguidores remete ao contexto de seita. Mas é um mecanismo que chamamos de "feed" que permite acompanhar, quando ocorre uma atualização dos textos de um blog. Assim posso ser informado quando um novo post sair "do forno" do seu PC e entrar na rede.
Com relação ao parlamento jovem, é uma idéia plenamente viável e acredito que ia diminuir até a distância entre os políticos presentes e os futuros. Afinal, a política também precisa de renovação!
E vamos subindo a ladeira!

Célio Lima disse...

Há momentos em que é verdadeiramente chato ser um semialfabetizado digital. Vou deixar como está por pura crença de que é possível fazer "Amigos Virtuais". Já oa fiz antes e viajei mais de 2000 Km, até agora, só para curtir o churrasco e o bate-papo. No primeiro aniversário do Drops-Agenda vou convidar todos os blogueiros para um. Quem sabe seja mais fácil viajar 10 km?

Um abraço!