sexta-feira, 6 de maio de 2011

Meninos de Apartamento

Eles nascem num ambiente impecável, quando tudo dá certo. São cuidados por profissionais de gabarito, recebem a atenção necessária e profissional nas primeiras horas de vida, quando tudo dá certo. E vão para casa viver os primeiros dias e primeiros anos num ambiente "clean", seguro, confortável e acolhedor.

Quando tudo dá certo. Porque sempre tem aqueles como eu, nascidos de parteira dona Carmem, colocados num balaio do lado do fogão de lenha, com gato e cachorro e periquito do lado. Porque tudo deu errado? Não! Porque existe sempre um outro jeito de as coisas acontecerem, só isso.

Do balaio, gente do meu naipe saiu direto para o chão de terra batida, para comer tatuzinho de jardim e lamber birosca (engolindo uma ou outra pelo caminho; depois elas saem, nem me perguntem como!) e para se lambuzar com um bocado insano de porcarias.

Paradoxalmente, esse ambiente nada saudável é que traz saúde. A criança que tem contato com a sujeira do mundo (em níveis minimamente controlados, é claro) cria anticorpos que preparam seu organismo para reagir bem a esta sujeira. Os "meninos de apartamento" não podem usufruir desta regalia, porque entram em contato muito cedo com a cera líquida, o lustra móveis e o leitinho com pera.

O mundo é regido, de forma concatenada, pelos meninos de apartamento em sua grande maioria. Talvez por isso o mundo seja tão "de apartamento" atualmente. Uma pena. deveria ser de quintal e de tatuzinhos com birosca.

Não é difícil reconhecer os meninos de apartamento. São birrentinhos, limpinhos, engomadinhos, meio egoístas e narcisistas, totalmente bem vestidos e elegantes, cheirosinhos e coisa e tal. E, para coroar este texto, repito a frase que ouvi ontem, que me fez rachar de rir:

"O negócio é o seguinte: pra menino de apartamento, até vento de geladeira faz mal. Dá até pneumonia!"

É. talvez já tenha passado da hora de perdermos o preconceito contra aqueles outros meninos e meninas, que não são de apartamento...

Um comentário:

Eliane Araújo disse...

É Célio! Pior que os meninos de apartamento são as "neuras" das mães de meninos de apartamento! KKKKKKK!
E, já que domingo é o nosso dia (das mães), que Deus nos dê saúde e paciência, muita paciência! Abraços!